Bom Dia Sr. VI – “R$ 1.200,00 Garantidos”

janeiro 4, 2008

Achei que o inferno das centrais de telemarketing e gravações telefônicas se resumissem ao atendimento a consumidores e correntistas. Ledo engano. As promoções e concursos, mesmo em TV, aderiram à coqueluche.

Estamos eu e minha namorada em casa, dia desses, quando súbito o telefone dela começa a tocar. Era minha cunhada – irmã mais nova – havia visto, em algum canal televisivo fuleiro (porém o único que pegava na praia), uma promoção com uma apresentadora ridícula, que premiava com R$ 1.200,00 a primeira pessoa que solucionasse a charada no canto esquerdo superior da tela.

Era uma daquelas charadas do tipo “mova o palito”. Minha cunhadinha resolveu rápido a charada e queria que minha namorada ligasse, pois não possuía créditos suficientes na praia em seu pré-pago para fazê-lo.

Sem problemas. Minha namorada colocou no respectivo canal, onde uma apresentadora ridículo repetia infinitamente, com a imagem da charada ao canto, coisas como “duvido alguém acertar”, “será que ninguém sabe a resposta?”, “vamos gente, são R$1.200,00”, “só faltam mais cinco minutos”, etc.

Minha cônjuge ligou. Minha cunhada já avisara que uma gravação faria “duas ou três” perguntas do tipo “verdadeiro ou falso”, que deveriam ser respondidas via teclado. A ligação, segundo minha namorada, estava péssima, e as perguntas iam se seguindo, rapidamente, de modo que ela me arguia sobre algumas delas.

“Amor, dourado é peixe de água-doce?”, “Lindo, as ruínas de Machu-Pichu ficam no Equador?”, “Colombo fez cinco viagens para a América?”, e por aí vai. Fomos acertando as seguidas perguntas, o que nos mantinha na linha, supostamente com chances de entrar ao vivo no programa e responder o enigma idiota dos palitos, mas ao mesmo tempo desembolsando uma caralhada de dinheiro no telefonema.

Na 21ª pergunta (não, não é cascata!), a apresentadora começou a botar o dedo no “ponto”, na orelha, e gritar “alô!alô! Quem está na linha? Você está ao vivo”. A essa altura, minha namorada respondia a 23ª pergunta e ouvia a porra da gravação dizer “você possui 23 pontos”.

Um mané respondeu o enigma dos palitos e supostamente levou a grana, mas a apresentadora pediu que ele “aguardasse na linha para falar com a produção”. Bem, o maluco deve ter gasto mais uns vinte minutos “falando com a produção”, fora os vinte para entrar no ar. Levando em conta que essas ligações costumam custar quatro ou cinco reais por minuto, o cara gastou entre R$ 160,00 e R$ 200,00.

Eu e minha namorada? Ligamos para a cunhada, para dizer a ela que não tinha dado, apesar de respondermos 23 questões corretamente. Enfim, primeira moral da história: não existe dinheiro fácil. Segundo: meus conhecimentos em cultura inútil continuam de vento em popa. E, finalmente, terceiro: para toda resposta fácil há um procedimento difícil.

Anúncios

3 Responses to “Bom Dia Sr. VI – “R$ 1.200,00 Garantidos””

  1. Stella Says:

    É meu caro, desde que Brasil é Brasil a mamata corre solta aqui. Aliás quando digo para as pessoas que isso já está inserido no “pensar” do brasileiro me dizem que estou errada. A ligação para esse tipo de lugar é nada mais nada menos que a prova do que estou falando. TODO MUNDO procura uma maneira de ganhar um dinheirinho fácil. Bolsa família… mega sena… Jogo do bicho… e… concursinhos fakes pela TV.

    Já vi muitas pessoas cairem no conto do vigário simplesmente por essa mania do dinheiro fácil. Os golpes estão ai aos milhares para não dizer milhões incluindo aqueles pela internet.

    O que fazer? Talvez nos livrarmos dessa mania besta de querer ganhar sempre e de forma duvidosa (leia-se sem mérito). Quem liga para esse tipo de programa está fadado a se decepcionar e a levar rasteira.

    Um exemplo da mentalidade brasileira, usando a mim mesma como exemplo. Em uma das minhas viagens a Londres, resolvi descer dos aviões e hotéis de luxo e andar realmente pelas ruas da cidade. Conhecer os pubs e etc. Liguei para um amigo e pedi para que ele me acompanhasse. Andando de ônibus, perguntei a meu amigo sobre o sistema de cobrança. Ele disse que lá, pagariamos de acordo com o ponto em que fossemos descer.

    Perguntei: Vc simplesmente diz que vai descer na rua tal e paga por isso?
    ele: – é
    eu: E se eu pagar para descer em um ponto e descer um ponto além?
    ele: Why the hell would you do something like that? Traduzindo.. e porque você faria isso? (Cara de surpresa, não entendendo o espírito da coisa).

    Fiquei envergonhada e disse para deixar para lá.
    Não tem diferença de mentalidade o caramba!

    Abraços e até logo.

  2. cudi Says:

    Fale Carlos!
    O que desejas? Desculpe a demora. To meio off esses dias.

    Gostei do titulo do blog…eehehe

    []’s
    cudi.

  3. Ew! Says:

    que raiva hein!
    qdo li o título do post tinha achado que vcs tivessem levado a maior!
    e levaram,o cano!
    só se for!
    suhahuahuahauaa
    meu,uma vez já liguei pra esses trecos,a gente fica maior crente que vai levar uma e nada!
    boa sorte na próxima!
    euuee

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s