Manual do Pobre Moderno – Roupas

março 8, 2008

Toda roupa velha merece um pobre novo. Mas reclamações à parte, o pobre moderno deve estar cônscio de suas obrigações para garantir a sobrevivência das gerações vindouras.

No que se refere a roupas, a primeira dica do pobre moderno é: não alimente demais seu filho. Isso mesmo, não façam cara de desentendidos.

Outro dia estava na casa de minha namorada. Desprovido de uma camiseta limpa para ir até o trabalho, no dia seguinte, antes de seguir para o escritório, resolvi passar no Extra. Compraria uma camiseta qualquer, apenas para ir trabalhar.

Entrei na loja, olhei uma estampa e outra e finalmente decidi. Nem perdi tempo com a escolha do tamanho – fui logo pegando a maior, uma GG. Paguei e saí da loja, para trocar a camiseta.

Pois. Ao vestir a peça, senti como aquele travesseiro gordo que não cabe na fronha velha. Mas peralá, eu comprei a camiseta GG. Não sou magro, mas também não balofo. Além disso, tenho 1,82m – altura até mesmo mediana para a geração de hoje.

A conclusão a que cheguei foi simples. Pobre ou se veste ou cresce. Por isso mesmo, se a grana está curta, não dê tanta comida a seu filho. Ele poderá crescer demais. Ainda que a camisa P só sirva em tamanho para o Willow, na Terra da Magia, a G já viraria um baby-look em um paraibano de 1,60m.

Enfim, para você pobre, que fique a lembrança. Quando seu filho lhe pedir aquele pote de Danoninho, não apenas negue, mas dê-lhe um tapa na boca. Afinal, melhor levar porrada do que andar maltrapilho.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s