Enciclopédia do Humorista Moderno – “Crentes”

março 12, 2008

O humor nos tempos atuais foi praticamente todo subjugado pelas barreiras do politicamente correto. O Cu da Lontra, saudoso do tempo no qual um punhado de risadas evitava qualquer tipo de processo, resolveu publicar a Enciclopédia do Humorista Moderno – frases e sacadas para ser engraçado em qualquer situação.

No capítulo de hoje abordamos os peculiares membros da sociedade vulgarmente conhecidos como “crentes”, o que engloba evangélicos, protestantes e afins. Crie frisson  na sua turma com sacadas rápidas e eficazes, que farão de você ou um cara mais popular ou o réu em algum processo por preconceito e difamação.

“Crente viu crente vê”

“Pode vir crente que eu estou fervendo”

“Crente perguntou?”

Por outro lado, se ssua turma é chegada em musiquinhas e afins, o Cu da Lontra trabalhou em uma paródia de Caleidoscópio, dos Paralamas do Sucesso, para você parecer um cara muito mais engraçado do que realmente é:

Tô precisando alcançar a Luz

Se eu fecho os olhos, o encosto vem

E não sai com dipirona sódica

Até velha chega a engrossar a voz

Até o pastor chegar pra exorcizar

E promete acabar com a desgraça

Quem vai deixar nome para a Oração

Erguei as mãos

E deixai na cesta o que tiver pra dar

Pra elevar alma

ou no inferno queimar

Finalmente, piadas curtas e manjadas podem ser facilmente adaptadas para o tema, como por exemplo:

1. Quantos pastores é preciso para se trocar uma lâmpada?

R: Cinco. Dois pra orar, dois pra segurar a lâmpada e um pra expulsar o encosto.

2. Quantos crentes cabem em um Fusca?

R: Depende, que horas é o culto?

3. Uma muda recebe o toque do pastor e sai falando com todos no templo. Qual o nome do filme?

R: “Olha a crente está falando!”

Anúncios

One Response to “Enciclopédia do Humorista Moderno – “Crentes””

  1. Castor Says:

    Acho esse pessoal “crente” tanto quanto peculiar: Normalmente se preocupam muito mais com a concorrência, do que com Deus, Jesus, Espírito Santo e toda essa galera.
    Estão sempre muito mais incomodados com quem não é de Deus, do que com quem é (ou deveria ser).

    Não sei se isso acontece em virtude do grande apelo de marketing da concorrência, que, afinal de contas, trabalha no ramo dos prazeres carnais, libertinagem, drogas, rock’n’roll, e tantas outras coisas que costumam dar maior audiência… Sinceramente, não sei.

    Talvez a coisa seja assim por haver muito mais literatura a respeito da concorrência do que a respeito “Do Cara”. Vai saber…
    Pelo sim ou pelo não, prefiro não me comprometer com nenhum dos lados.

    E se isso causar a cassação do meu visto pro céu, não dá nada não: Não iria achar nenhum camarada por lá mesmo…
    De qualquer forma, acho que já nem tenho mais muita escolha. Só este post já me garante um Green Card pras trevas: http://castor-ensimesmando.blogspot.com/2008/03/nos-bastidores-da-histria-parte-i-moiss.html

    Pelo jeito, você também já garantiu o seu… Assim sendo, nos vemos por lá!
    Se você chegar antes, peço o favor de já ir passando uma conversa no tinhoso, pra ver se me consegue um quarto com vista pro Vaticano.
    Se for o caso, molha a mão do cara que depois a gente se acerta.

    Saudações mefistofélicas,
    Castor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s